quinta-feira, agosto 29, 2013

Tour du Mont Blanc - Subida ao Aiguille du Tour

Para fazer este treino com o Carlos teria de comprar granpons. Os que tinha usado no dia anterior eram dele e ia precisar. Fiquei na duvida se os comprava ou não. O meu corpo já pedia descanso, mas a vontade de fazer mais um cume era tanta tanta que acabei por alinhar.

Eram 5.30h da manhã quando o despertador tocou. Ainda a cambalear com sono fui para a tenda do Carlos para tomar o pequeno almoço com ele.

Tínhamos de fazer alguns kms de carro até chegarmos ao ponto que iríamos começar a subir daí acordamos aquela hora.

O Nuno Caetano alinhou connosco neste treino. Um português radicado em Chamonix há vários anos, veio para cá em busca das montanhas. Deixou tudo em Portugal e veio de carro sem ter nada certo para trabalhar/dormir em Chamonix. O Nuno é trail runner e alpinista e encontrou aqui o paraíso. Não mais voltou a Portugal a não ser para passar ferias. Profissionalmente a vida sorriu-lhe e tem agora uma empresa de sucesso em Chamonix. Vale sempre a pena ir atrás dos nossos sonhos!

A subida iniciou-se aos 1300m e terminou aos 3650m no cume do Aiguille du Tour, 8km depois!

Aos 2000m começamos a correr na neve, as sapatilhas conseguiam dar tracção suficiente no inicio, mas depois fomos mesmo obrigados a colocar os granpons. A paisagem era avassaladora para o Glaciar du Tour, as pendentes também!

Os últimos metros foram feitos em escalada pura. Nunca me tinha visto noutra, a subir pelo meio das pedras quase verticalmente!

A recompensa foi enorme. Não tenho adjectivos para aquilo que os meus olhos contemplavam a 360º.

Depois veio a descida e que descida. A neve derretia e estava muito solta, os granpons não davam segurança suficiente para não escorregar e cair numa fenda na neve. O Nuno emprestou-me um bastão e um alpinista outro e lá consegui passar a fenda que tanto me assustava. Daí para a frente foi correr na neve diante vários kms.

A sensação de correr na neve de granpons é muito boa! A neve amortece o impacto, os granpons dão a tracção e é só posicionar o corpo correctamente e deixar ir as pernas. Muito bom!

A assim foi o ultimo dia de estagio no Mont Blanc que não podia terminar da melhor maneira!

Regressado a Chamonix era tempo de fazer a mala e iniciar a longa viagem que me levaria de volta ao Porto.

Um conselho, se forem para Chamonix, nunca vão atrás do voo mais barato. Acabam por gastar mais dinheiro e a viagem dura tanto como chegar no Brasil!

Mais fotos na minha página de atleta no Face Book: www.facebook.com/marinhojoao

Dados do dia :

Kms: 17.51
Acumulado subida 2 048m
Acumulado descida: 2 046m
Horas: 5.06h


 











Sem comentários :

Publicar um comentário

João Marinho
Mountain biker, trail runner & adventure sports addict