sexta-feira, abril 20, 2012

Sonhar com bicicletas...acordado

Tive um sonho durante uma longa noite após uma maratona...

Viajava entre uma cidade chamada Roterdão e outra chamada Amesterdão, pedalava num país onde as bicicletas são prioridade, são usadas diariamente por todo o tipo de pessoas, desde as crianças que vão para escola com a bola ou os estiques do hóquei na ''garupa'', os adultos de fato que vão para o seu local de trabalho ou para reuniões de negócios, as senhoras de saia e saltos altos...
Via até bicicletas com uma caixa de carga na frente para levar todo o tipo de coisas (crianças, compras, mercadorias)...enquanto isso, pedalava com a minha namorada numa bicicleta de dois lugares (tandem) com um atrelado por ciclovias pensadas e construídas antes mesmo das estradas para os automóveis, onde existe sinalização especifica e mesmo os semáforos são específicos para bicicletas. Nas cidades existem locais próprios para guardar as bicicletas, e mesmo as próprias bicicletas tem mecanismos de segurança que impedem\dificultam o roubo.
Perguntamos um para o outro porque não usam capacete, uma vez que na nossa realidade distante, não concebemos o uso da bicicleta sem capacete. Rapidamente chegamos à conclusão que com as ciclovias, civismo, respeito pelas regras, o uso do capacete não é necessário. As pessoas pegam na bicicleta, num local, deslocam-se por uma ciclovia segura, sem grandes obstáculos, o uso de capacete é por isso acessório.



Vejo todo o tipo de bicicletas, sejam elas Fixies, BTT, Retros, Estrada, isso menos importa pois são utilizadas para um objectivo simples que é a deslocação diária. A minha visão detecta uma tendência nas bicicletas de senhora...personalização com bolsas coloridas, malas com flores artificiais, protector da corrente com desenhos, capas de selim personalizadas...tornando as bicicletas estilosas e muito femininas. Veja também milhares de bicicletas inutilizadas, enferrujadas que apodrecem  encostadas por toda a cidade. Parecem que estas bicicletas fazem parte da mobília da cidade...



Estava frio, nós pedalávamos ''encolhidos'' de gorro, luvas e vários casacos, mas as pessoas talvez por estarem adaptadas a este tempo, pedalavam normalmente sem luvas nem gorros e as senhoras até saia usavam. A minha namorada que viajava alegremente no banco de trás da tandem, apreciava, sorria, fotografava e comentava comigo futuras viagens noutras localizações com uma bicicleta personalizada especificamente para nós.


Durante a viagem conversávamos com os animais que encontrávamos, fossem eles ovelhas, cavalos, corvos, coelhos, cachorros, gatos...eles respondiam numa linguagem que conseguimos até entender...os campos verdejantes, floridos parece que torna estes animais mais felizes...só podia estar a sonhar...


Ambos estávamos completamente absorvidos por este país das bicicletas, das tulipas, dos canais, da liberdade de expressão e da multiculturalidade. Ambos queremos levar esta cultura para os nossos (ainda) ''distantes'' países...


De repente sonho que estou num aeroporto a despedir-me da minha namorada, aguardando um voo (atrasado) para regressar a um país à beira mar plantado onde as bicicletas são consideradas um acessório para atletas ou pessoas que visam melhorar a sua condição física. Quem as (bicicletas) utiliza diariamente são desrespeitadas, descriminadas, e ignoradas. Tem que andar nos passeios porque as (poucas) ciclovias existentes na sua maioria são construídas com intuito de passeios à beira mar sem grande utilidade para o dia a dia das pessoas.

De repente oiço uma voz distante ''estamos neste momento a iniciar o processo de aterragem....''



4 comentários :

  1. Portugueti! Que sonho lindo! :) Vamos logo construir nosso tandao e sair pedalando pelo mundo afora, continuar sonhando e lutando por um Portugal e um Brasil como a Holanda! Love you!

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha! Tomara que a gente consiga ver um Brasil um pouquinho parecido com esse sonho.

    Que linda a viagem de vcs. Parabéns!
    bjs

    ResponderEliminar
  3. de facto, a Holanda é um mundo à parte, em muitos aspectos

    a vossa tandem é muito nice! de onde é?

    Mário

    ResponderEliminar
  4. A Tandem foi alugada em Amesterdão. É uma tandem citadina mas que deu para os gastos :)

    ResponderEliminar

João Marinho
Mountain biker, trail runner & adventure sports addict