quarta-feira, julho 10, 2013

TransPyr Dia 5 | Ainsa - Jaca

A etapa de hoje tinha aspecto de ser mais fácil comparativamente às anteriores. Cerca de 99km com 1800m de acumulado de subidas não assustava. O cansaço acumulado está lá, já passaram 4 etapas e ontem atacamos para recuperar o tempo perdido na segunda etapa. 
A nossa ''luta'' é com a equipa da Bici Esteve que está na segunda posição. Por isso mantivemo-nos por perto durante a primeira metade da etapa. A meio da subida principal, o Luís atacou conforme tínhamos planeado. Ganhamos alguma vantagem, mas o tipo de subida não nos favorecia. O piso muito irregular não nos permitia colocar um ritmo certo e depressa éramos alcançados. Por isso fizemos a subida em conjunto e guardamos as nossas forças para a descida.

No topo da subida, andamos literalmente aos papéis à procura do track. O espanhol que ia na frente seguiu uma seta que nos mandou para um trilho errado. Andamos à vontade 10minutos às voltas. Cada um dava o seu palpite e só se resolveu quando voltamos ao ponto onde estava a seta. Normalmente é assim que se resolve, mas o cansaço não permitiu raciocinar rapidamente.

Após atingirmos os 1 780m, fizemos uma parte ondulante e depois começamos a descer. O piso muito irregular, com muita pedra, regos tornou a esta descida extremamente exigente. Cheguei a ponto que já não travava tal eram as dores nas mãos. Assim que o caminho abriu, procuramos ir os dois para frente e ganhar o máximo de tempo possivel. Era um caminho florestal com dois trilhos marcados pelos pneus dos tractores. Ao mínimo deslize a queda seria certa e com a velocidade que íamos, os danos não seriam simpáticos. Naquela altura, a concentração era a palavra de ordem.

Depois veio mais um single-track divinal dentro da floresta. Ganchos, curvas e contra curvas, saltos, raízes, alguma pedra e dois loucos a descer no limite. Foram alguns kms ''disto'' até entrarmos novamente em estradão. Faltavam 25km para a meta. Num ponto onde dava para ver o percurso, a dupla espanhola estaria talvez a menos de 2min de nós. Ainda ponderei abrandar e fazer esta parte mais rolante em conjunto, mas no segundo seguinte disse para o Luís, vamos atacar e ganhar tempo para eles. 

Foi um grande esforço nosso até cruzamos a meta, mas foi recompensado com 8minutos de vantagem para a dupla da Bicis Esteve. O Luís disse que até tinha chorado tamanho foi o seu sofrimento! Assim sendo estamos a ''apenas'' 5minutos do segundo lugar e ainda faltam 3 etapas. Vamos fazer tudo para recuperar esta posição! 

Tenho que falar novamente sobre a paisagem, simplesmente incrível as vistas no topo da montanha. Eu não resisti a tirar umas fotografias para partilhar com vocês. É indescritível pedalar ''por aqui''!

A etapa de amanha será a mais curta até à data, 90km mas com 2 190m de acumulado de subidas, não será por fácil. 

Todos os Portugueses continuam em prova. Alguns percalços aconteceram até hoje, mas numa prova com esta dureza, é quase impossível não ter nada para contar.

Obrigado pelo apoio que nos tem chegado das mais variadas formas.

Ride & Smile :)

Mais fotos na minha página de atleta: www.facebook.com\marinhojoao












4 comentários :

  1. Muito bom! Obrigado pelo relato! Boa sorte!

    ResponderEliminar
  2. Relatos emocionantes! Força e toda a sorte! Granda Luís, suor e lágrimas!

    ResponderEliminar

João Marinho
Mountain biker, trail runner & adventure sports addict