sexta-feira, outubro 10, 2014

Exploring the Dolomites - Tri Cime di Lavaredo

Já passou algum tempo desde que estive nos Dolomites, mas ao ver o álbum fotográfico não resisti a escrever um pouco mais sobre os momentos que lá passei depois do Lavaredo Ultra-Trail. 
Depois de 120Km a correr o normal seria ficar a descansar, a apreciar a bonita cidade de Cortina d'Ampezzo. Eu ate fiz isso mas durante um dia, o dia que se seguiu à prova. Estava um ''pouquinhooooo'' cansado. Recordo-me que me deitei para descansar vestido como tinha acabado a prova e obviamente sem tomar banho...

Mas um dia bastou, estava a olhar para aquelas montanhas todas a roer-me por não estar a ''abusar'' delas.

Primeiro passo, arranjar uma bicicleta. Duvida, BTT ou de Estrada, decidi pela roda fina porque tinha um plano que era fazer o percurso da Maratona dos Dolomites que por ventura seria na semana seguinte. Vocês perguntam, porque não levei bicicleta de casa? porque quando comecei a fazer a mala já era tão tarde que tive de optar por deixar a bicicleta em casa. Depois pus-me a pensar melhor e só para transportar a bicicleta até Cortina mais valia alugar uma por lá, entre custo do avião e transfer já compensava. 

Bom, bicicleta alugada, sapatilhas ''normais'' calçadas, roupa casual e aí vamos nós para as montanhas. 


Os Tri Cime di Lavaredo são o ícone da região seria esse o primeiro objectivo. Passei por lá a correr, mas não houve tempo para contemplar devidamente aquele visual. Tinha de lá voltar...Pedalar por estas bandas é tudo de bom, paisagens de cortar a respiração, respeito pelas bicicletas, estradas em óptimas condições, nem damos pelo tempo a passar e as subidas que nunca mais acabam, até passam depressa...Realmente aqui quando é para subir, sobe-se de verdade, tanto em duração como em inclinação. Para quem está habituado a pedais de encaixe e sapatilhas com sola dura, pedalar com as fivelas e as sapatilhas minimalistas foram um desafio extra. 

A máquina fotográfica não parava, e quem parava era eu muitas vezes para fazer planos onde me incluísse. Estava nas minhas sete quintas, pedalar e fotografar. 

Começa a subida do Lago Misurina para o Albergue Auronzo e que bela subida. Reconheço que andei por aqui na prova 48h antes, mas as fitas já lá não se encontravam...e ainda bem.





Sobe e sobe e sobe e sobe...as montanhas de pedra aproximam-se, já passei os 2 000m de altitude e o tempo começa a mudar...ao chegar ao albergue sou recebido com neve e estamos em Julho! Encostei a bicicleta e depressa me acomodei lá dentro tomando o belo do chocolate quente. 

Ali fiquei a contemplar a paisagem durante uns bons minutos. Este albergue foi usado na prova, era o albergue principal do percurso. O que tinha mais condições e onde permitia a muda de roupa. Foi um deja vu estar ali dentro...

E agora pensei eu? A estrada acabou e ainda estava longe dos Tri Cime...bem, a estradeira vai ter de fazer BTT. Diga-se que eu já previa tal coisa no momento em que a aluguei...A paisagem é verdadeiramente deslumbrante...

Esta zona foi palco de grande batalhas na primeira guerra mundial. As trincheiras ainda lá se encontram. As marcas do combates também. É louco imaginar combates neste local...

Os trilhos começam a ficar mais ''empedrados'' e a neve junta-se à festa. Atingi os 2 500m de altitude, volto para trás? humm, vamos continuar mais um pouco até ao refugio. O trilho é mesmo da prova, literalmente dentro da neve. 

As pessoas que por ali circulavam olhavam ''desconfiadas'' para a bicicleta, eu apenas sorria. 

Mais um albergue e mais um chocolate quente. Ponderei em dormir onde estava, mas iria comprometer os meus planos para o dia seguinte. Mas a vontade era mais que muita...Via tanta gente por ali a caminhar que tentação era encostar a bicicleta, correr naqueles trilhos e perder-me por ali...tenho de voltar mais tempo pensei eu...

 












Tinha de regressar a Cortina d'Ampezzo...

(A bicicleta sobreviveu)

O dia seguinte reservou-me mais uma aventura que partilharei em breve. 



1 comentário :

  1. Nossa! Que aventura!
    As fotos estão mesmo maravilhosas!
    Beijo

    ResponderEliminar

João Marinho
Mountain biker, trail runner & adventure sports addict