quinta-feira, janeiro 24, 2013

TransAndes Dia 4



KAPUTA! O Chileno é f$did%! Já sabia que ia atacar num local estratégico por isso fui acompanhando e para mim a etapa só começaria na altura que ele atacasse. Isso aconteceu por volta do km 23, numa subida (claro). Quando ataca, ataca a valer e dentro das minhas possibilidades dei a luta que pude, mas fui percebendo que as minhas pernocas e o meu batimento estavam a dizer para abrandar e ele literalmente desapareceu. O Tiago não se sentiu bem e não veio comigo por isso andei o resto da etapa sozinho. 

Voltando um pouco atrás, os primeiros 20km foram a rolar em estradão de gravilha. O pó, as pedras a saltar e os restantes atletas exigiam a máxima atenção. Rolar a 40km\h nestas condições sobe a adrenalina.


Estudei a etapa e dos dois abastecimentos, um deles eu iria abdicar. Quando passei o primeiro, estava suficientemente abastecido para fazer 30km até ao segundo. Felizmente que grande parte destes 30km foram dentro da floresta, escondidos do sol porque senão acho que ia pagar a factura.

Como andei a estudar a etapa, sabia que depois do 1º abastecimento teria 6km de ‘’parede’’ com elevadas inclinações. Alguns pontos passou os 25%...que saudades eu senti da pedaleira tripla com a avozinha! Depois desta subida entramos numa densa e majestosa floresta. O trilho virou singletrack repleto de raízes, mas um verdadeiro carrossel. Monta, desmonta, troca a velocidade, trava, pedala…isto durante uns 3kms.
No topo da subida estava um lago que a organização apelidou de lago secreto. Visual incrível!

Depois (finalmente) veio a descida. Foram alguns kms de singletrack divertidos e imaginem bem, na ‘’roda’’ de uma vaca de para aí 500kg! Eu queria passar mas ela teimava em galgar na minha frente. Como se não bastasse uma, depois juntaram-se mais 4! Não arrisquei demasiado a ultrapassagem e aguardei que saíssem do trilho. Quando finalmente saíram a descida acentuou-se, as raízes desapareceram e o trilho era em terra solta com constantes curvas e contra-curvas. Foram alguns kms de ‘’loucura total’’. 

Terminando esta descida pouco mais acrescento à etapa. Houve uma longa ponte suspensa sobre um Rio. Nem reparei na altura, mas segundo o Tiago tinha mais de 120m de altura. Eu passei a pedalar contra a vontade da organização, talvez posso isso não olhei lá para baixo.

Os últimos 27km a rolar contra ao vento foi a facada final. Sozinho, nestes estradões de gravilha com carros a passar sem sequer abrandar foi um desespero. Segundo a organização a etapa tinha sido encurtada para 70km, mas no final o meu gps marcou 77km!

Cortei a meta com 10min de diferença para o Javier, mantenho a 1ª posição com uns minutos de vantagem. Vou continuar a dar tudo o que tenho e o que não tenho até terminar a prova!

A etapa de amanhã liga Menetué a Pucón num total de 75km (será mesmo?) e 1850m D+. Pucón é o ultimo acampamento, vamos ficar neste local os próximos dois dias. Só espero que os 50% da etapa em estrada secundária não sejam contra o vento como hoje!

 O Tiago terminou em 3º e consolidou a 3ª posição da geral. A Rita ainda não tenho informações.No final tinha o Huillo esperando-me para mais uma sessão de brincadeira...priceless!




Um agradecimento sentido a todos os que estão desse lado torcendo e dando força! É simplesmente arrepiante! 


Podem ver mais fotos na minha página de atleta no Facebook:

www.facebook.com/marinhojoao

Ride & Smile :)

22 comentários :

  1. José Cruz6:44 da tarde

    Força ai...Abraço

    ResponderEliminar
  2. Bem João mais uma realizada. :)
    Agora é manter o teu andamento e não perder esses preciosos minutos. :)

    ResponderEliminar
  3. Continue na força pela ponta... ah, adorei o cão...

    ResponderEliminar
  4. Na roda da vaca foi foddssss.. KKKKKK Vai Joãooooooooo !!!!! Segura o chilenooo.. Vai com força e pensa em coisas boas quando precisar de mais força, se emocione mesmo, tira força daí. Abs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado meu irmão! Vou pensar em muitas coisas boas amanhã então :)

      Eliminar
  5. Força!!!! Para trazer mais um primeiro lugar para Portugal :)

    ResponderEliminar
  6. Força força.. Metade já passou!! Agora é carregar até ao fim!!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  7. Obrigado pelo apoio amigos! Estou a dar tudo o que tenho e o que não tenho e será assim até ao final :)

    ResponderEliminar
  8. Amigo força nessas pernas e da cabo desse chileno mostra-lhe quem manda. Estou a contar com a tua liderança no final do dia de amanha. Abraço

    ResponderEliminar
  9. Por falar em vacas....

    E as de morte matada?

    Sim, estou a falar de COMIDA!!! O que é que se come aí? Já vi fotos de grandes churrascadas ! Conta lá á malta !!
    Todos os sabemos que não es gajo que se sustenta com meia salsicha num pão e um copo de água :)))))))))))))))

    Ride like hell dude!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amanhã então falarei da comida. Infelizmente não é um ponto forte da organização, mas para mim tem dado para os gastos :)

      Eliminar
  10. WTF.... És o verdadeiro mutante.....:)

    Abracinho

    Sergio Pinho

    ResponderEliminar
  11. Obrigado amigos pelos vosso comentários. Tenho visto todos e respondido. Podia fazer muitas outras coisas, mas esta vossa energia é fundamental para vencer as dificuldades!

    ResponderEliminar
  12. Com esse pneu a bike até levanta paralelo pá! :D

    Força, continua!!

    ResponderEliminar
  13. Amigo continua a dar-lhe carga e faz esse chileno comer pó. Estas a mostrar a essa gente a verdadeira maquina que és. Um grande abraço

    ResponderEliminar
  14. Viva João!
    Txii onde tu andas !? :P

    hehehe aproveita bem isso ai... por cá chove os dias inteiros e está frio.

    Força nos pedais e arrasa com eles.

    Abraço

    ResponderEliminar

  15. Não te vais borrar agora pá...
    força nas canetas...abc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ehehe quase que me borrava todo atrás do Javier, mas consegui aguentar a pressão! eheheh
      Abraço

      Eliminar

João Marinho
Mountain biker, trail runner & adventure sports addict