domingo, abril 14, 2013

Who's Back - Viseu -Guarda - Dia 1

Depois de algumas experiências anteriores a pedalar com o Luís, o desafio agora era competir numa prova de dois dias. Depois da organização nos aliciar a participar, ficou mais fácil fazer esse teste. 
O Whos's Back é uma serie de três provas, cada uma dessas provas tem duas etapas (sábado e domingo). Não existem marcações, recorre-se ao GPS para navegarmos os trilhos. Os abastecimentos são apenas de água, ou seja, é praticamente em autonomia. A região onde se desenrolam é na Beira Interior, tendo sempre a Serra da Estrela como pano de fundo. Um cenário magnifico para se fazer BTT! Para mim foi a estreia neste troféu, o Luís tinha já participado em 2012. 



Já passava das 22.30h quando chegamos a Viseu.  Até chegarmos ao Hotel onde se recolhia o kit da prova, cruzamos 50 rotundas e demos 4 voltas à cidade. Mas a gente chegou, o objectivo foi cumprido. Claro está que depois fomos socializar na zona histórica da cidade até horas improprias para atletas. A hospitalidade do Gonçalo traduziu-se numa dormida a escassos metros da partida, um pequeno almoço top e muita conversa à mistura. Obrigado amigo! A gente promete voltar com mais calma. 


A primeira prova consiste em ligar Viseu à Guarda e regressar novamente a Viseu. Sempre que viajamos para competições, essas viagens tem sempre muito para contar e esta não foi diferente. Até chegarmos a Viseu, paramos no Porto para o Luís afinar a bicicleta na Longusbike. O Ismael ao ritmo do transe (musica) mais psicadélico do planeta, pôs a bike do Luis nos trinques rapidamente.  Depois paramos em Aveiro para eu levar a minha nova ''Santinha''. A Pernalonga mais parece uma loja pornográfica com o material que ele tem por lá...A Highball ''bling bling'' que levei não estava fora deste padrão, mas já falo da bicicleta. 



A partida para a primeira etapa marcada para as 08.30h era algo ''agressiva'' depois da noitada vivida. Felizmente que um dos vários despertadores que coloquei fez-me acordar e assim acordar o Luis que estava (novamente) como uma pedra! Tudo a apostos para 107km e 3 000m D+, partiu! 
Durante 50km o grupo de 10 atletas esteve em amena cavaqueira. Os vários enganos de navegação eram levados numa boa, brincávamos até com isso. Os trilhos estavam enlameados, também com a chuva que tem caído não era para menos! Notava-se o cuidado em definir um track rico em trilhos divertidos com passagem por várias aldeias beirãs. 

 


A 'paz' acabou assim que a grande subida do dia começou. Os atletas que estavam a competir a SOLO atacaram eu forcei o Luís a aumentar o ritmo para também ''escaparmos'' ao grupo. Notei que ele estava em dificuldades, por isso não fiz mais que a minha obrigação que foi ajudar e partilhar os meus watts. A táctica resultou e começamos a ganhar distância para a dupla perseguidora da Viana Cycles. Quando atingimos o altiplano da Serra da Estrela já acima dos 1 100m de altitude estávamos isolados, mas o trabalho de equipa continuava. Apesar de uma diferença de 10 anos entre mim e o Luís, a gente entende-se muito bem e já estamos a pensar em ''outros voos''...

 

Poderia reclamar da dureza do percurso, principalmente na parte final, mas quem tem telhados de vidro não atira pedras para o ar...DBR, Mountain Quest...ai ai aquelas subidas...Chegamos à Guarda bem ''aviados'' mas felizes por termos conseguido a primeira vitória juntos. O empeno traduziu-se em 109km com 2770m D+ em 5.50h. 
O Hotel Lusitânia recebeu-nos da melhor maneira. Gentileza e disponibilidade por parte de toda a equipa nunca faltou. Obrigado!


Este ambiente descontraído das provas por etapas é apaixonante. Partilham-se experiências, revê-se amigos, programam-se provas, a entre-ajuda dos atletas, a confraternização...já tinha saudades de tudo isto! 
De registar o serviço de massagens da Fisio Massagens que esteve muito bem. Staff experiente, simpático e com massagens como devem ser. Outro apontamento para o espectacular jantar que nos foi servido no Hotel. Variedade, qualidade, quantidade...até sushi tinha! Ah, a mousse de chocolate...


Ao mais alto nível esteve também a Highball que me proporcionou uma grande curtição. Uma bicicleta com uma geometria perfeita para quem gosta de ir ''solto'' na condução. A Kashima na frente absorve tudo com uma suavidade impressionante. As rodas...ai as rodas...Cubos Chris King rolam e rolam...Nunca testes uma bicicleta numa competição, é verdade, mas aqui o ''encaixe'' foi perfeito! Obrigado a todos que me proporcionaram esta ''Santa'' experiência! 


Amanhã temos mais 100km para ''papar'' e assim regressarmos a Terras de Viriato. Chega de ouvir VH1 e toca a dormir à pressa para amanhã voltar a bombar!

Vem com a gente! 

Sem comentários :

Publicar um comentário

João Marinho
Mountain biker, trail runner & adventure sports addict